• All
  • Design Gráfico
  • Marketing Digital
  • Mix De Marketing
  • Web Design
  • Default
  • Title
  • Date
  • Random

Você já ouviu falar em Marketing Educacional? Mesmo que a sua resposta seja um sonoro "não", aposto o que o leitor quiser: você já foi impactado por uma dessas campanhas de publicidade para instituições de ensino, sejam elas faculdades, cursos ou escolas. Baseado em um planejamento que abrange uma série de pesquisas, contínuos relatórios de monitoramento e, por fim, define as estratégias que vão às telas e ruas, o Marketing Educacional é essencial para que os ambientes particulares de ensino atraiam e, ao mesmo tempo, retenham mais alunos. O Marketing Educacional é, então, a imagem projetada da instituição de ensino.

Essa imagem é alimentada pela divulgação qualificada dos valores da faculdade, escola ou curso, aliado à publicização de sua infraestrutura, corpo docente, cursos e disciplinas oferecidas, sempre com o objetivo de provocar atratividade e demonstrar os diferenciais da instituição em meio a grande concorrência, natural ao setor de Ensino. A pesquisa "EduTrends: Panorama de Marketing no mercado de Educação" valida as estratégias que prezam o investimento digital do Marketing Educacional. O estudo, que analisa as estratégias mais adotadas pelas instituições brasileiras e compara com os resultados obtidos, traz números expressivos:

81,3% das instituições investem em Marketing Digital;

41,7% delas direciona até 10% do orçamento total de marketing nas ações digitais;

82,4% das instituições consideram o ROI (return on investment) em Marketing Digital muito ou moderadamente positivo contra 69,3% quando opinam sobre Marketing Offline;

2,2 vezes maior é o número de inscritos em instituições que produzem eBooks, em relação às que não produzem.

Redes sociais, a mina de ouro

De acordo com uma pesquisa encomendada e divulgada pela comScore e Shareablee, o brasileiro está, definitivamente, nas redes sociais. Segundo os dados publicados pelas empresas de análise de mercado, o Brasil é o segundo maior consumidor de redes sociais em todo o planeta, atrás apenas dos Estados Unidos. O brasileiro passa, em média, 12 horas mensais em redes sociais, superando também a média mundial do tempo utilizado em visitas às redes: 18,5 minutos por acesso/rede contra apenas 12,5 minutos, na média global. Isso representa 10% do tempo total consumido em todo o mundo quando o assunto são os sites e aplicativos de relacionamento. Ou seja: o seu público está nas redes sociais, mais precisamente nesse exato momento, enquanto você lê esse texto. Provavelmente, você também está.

Cenário x Tendências x Estratégias

Segundo a Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed), a estimativa é que até 2023 o Brasil terá mais alunos inscritos em cursos EaD do que em relação aos cursos presenciais no ensino superior. Outra expectativa é a atração de um público cada vez mais jovem, reduzindo a idade média dos alunos matriculados. O EaD vem se expandindo desde 2016, com a assinatura do decreto 9.054/17 pelo então presidente Michel Temer, que permitiu às instituições já credenciadas expandirem o número de pólos, sem autorização prévia do Ministério da Educação, o que provocou um aumento de 4 mil para 15 mil polos oferecendo a modalidade, também defendida pelo atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Atualmente, o país tem cerca de 1,5 milhão de estudantes EaD, somente no nível superior.

Se o cenário muda, as tendências e estratégias também devem acompanhá-lo, muito além de somente produção de conteúdo e lançamento à esmo. Com o aumento das EaDs, a tendência é a diminuição da fidelidade do aluno, que pode transitar entre instituições, principalmente por não ter o apego à vida social proporcionada pelo ensino tradicional. A fidelização deve ser feita então com atenção especial ao aluno: ouvir as pretensões, entender as necessidades e auxiliá-lo no desenvolvimento de sua carreira.

O Omnichannel é uma tendência para esse momento de transição, já que estreita a relação entre os meios tradicionais e o cenário online, quando o assunto é a captação de alunos. Para comunicação com alunos e possíveis alunos, uma tendência é a utilização dos ChatBots, ou seja, um robô abastecido de perguntas e respostas que agilizam o atendimento ao público. Eles não devem, jamais, substituir o atendimento humano, mas, sim, responder às perguntas mais frequentes e direcionar ao atendimento pessoal e acolhedor, no caso de questionamentos específicos.

A publicidade também se reinventou: muito além dos artistas e esportistas, a vez agora é dos influenciadores. Àqueles conhecidos por milhões e desconhecidos por outros milhões, mas que geram um grande resultado já que abrigam nichos de público. O resultado depende, claro, de uma boa seleção desses influencers: há de se avaliar a reputação do indivíduo, seu poder de engajamento e a afinidade com os valores da instituição. Se o público alvo é jovem, alcancemos com os conteúdos que julgam mais atrativos: os vídeos. Com grande capacidade de viralização, os vídeos devem ser adaptados às mais variadas formas de publicidade: desde os rápidos stories de 15 segundos, passando pelos de média duração utilizados em redes como Twitter, Facebook, Linkedin - e reproduzidos no WhatsApp de forma viral - até os mais longos, como aulas publicadas em landing pages e no Youtube, por exemplo.

Já o chamado Marketing de Experiência, quando o público tem acesso a uma degustação do que está sendo oferecido, também é uma tendência para atrair novos alunos. Em uma estratégia precisa, você deve apresentá-lo a diferenciais que o façam decidir entre tanta concorrência. Tudo isso se encerra no marketing de experiência: o gratuito boca a boca. A popular e mais antiga forma de publicidade é essencial para qualquer negócio. A experiência de quem já passou pela instituição de ensino tem grande poder de convencimento a quem está em dúvida.

O que nossos clientes estão falando?

  • "Minha experiência é a melhor possivel. O atendimento é impecável!!!"

    star5

    Laura Ganon

    CEO - Fink Mobility

  • "Confiança, qualidade do trabalho e comprometimento definem uma parceria de sucesso. Para nossos clientes, o nível de qualidade e atendimento precisa ser "excelente" e para tal, a confiança em um parceiro como vocês, é fundamental. Cliente satisfeito é a garantia do nosso sucesso!"

    star5

    Ana Mason

    CEO - Ana Mason Design

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9